terça-feira, maio 29, 2018

AS MULHERES DOMINADAS


O PERIGO DAS ENERGIAS MAL DIRIGIDAS...

Há um grande perigo na mulher que se expande apenas através da sua sexualidade desenfreada sem ter a maitrise de si - sem integrar as duas mulheres e dar lugar à sua alma, dando lugar à doçura sensual do seu corpo unindo-se ao sagrado e à Deusa, porque só a alma redimensiona a matéria e tem expressão viva na mulher inteira, na mulher integrada, coesa. Essa mulher vibra, não grita...
A dimensão do Feminino Sagrado tem a ver com o corpo, mas depois de feita a ligação à alma, e não é através do homem que a mulher chega a essa síntese de si, mas dentro de si mesma, no seu amago, no mais secreto mistério da alma feminina.
Só depois de unir em si a mulher profana e a mulher sagrada ela pode iniciar o homem sem perder a sua autonomia...doutra forma, ao servir o homem e deixar-se conduzir por ele, ela "vende a alma ao diabo"... e esvazia-se de si e torna-se uma cópia de mulher... uma metade de si, pois assim foi dividida pelos homens.
Para mim não restam duvidas que só a alma tece a relação e a entrega da mulher na excelência do amor que medeia a paixão e o fogo e não o seu contrário... Por isso e para mim as mulheres que vivem uma sexualidade desregrada e sem essa Magia e Magnetismo de amante e mãe se tornam malévolas e perigosas...e a sua energia é de destruição...quando velhas adoecem e perdem o sentido da vida, entram em depressão ou são bipolares.
Foi o que vi  um dia numa  mulher falsamente lilithiana - que me afrontou do alto da sua degeneração doentia de mulher serva de rituais satânicos e fiel aos homens que se servem da sua energia e  a vampirizam. Ela desferiu o golpe que poderia ser mortal se a minha energia não estivesse centrada...

Não. Não é dessas mulheres que falo quando falo de Lilith ou da Medusa...as mulheres de que falo são detentoras de Sabedoria e maestria...de amor inequívoco... elas podem perder a juventude e continuarão belas e luminosas, porque a alma brilha por si e elas já não precisam de sedução sexual e física...ou de homens...Elas encontram o sentido da Vida e da Morte dentro de si...confiam tornam-se sabias...
Essa mulher completa e integra une as duas faces da mulher - digo as três faces...a jovem a mulher madura e a velha - e doseia-as com perícia e a sua presença é sempre luminosa e compassiva e deslumbra, cura - não fere...e é aos pés dessa mulher que os Cavaleiros do Graal tem de cair e ajoelhar-se e venerá-la e não possui-la e usá-la...como o Mago faz...
Até que a mulher seja essa Mulher e o homem a reverencie, não temos par alquímico nem transfomação do chumbo em oiro...


rlp

Sem comentários: