quinta-feira, julho 19, 2018

É A CULTURA ESTÚPIDA…

OS MODELOS 


Mulher versus homem...

O que vivemos nesta cultura moderna é o paradoxo do pensamento desfasado da realidade, quer dos aspectos sociais quer intrínsecos do individuo e a fantasia cultural e ideológica das pessoas na sua total ignorância dos aspectos antológicos, afastados do mundo da espiritualidade, sem alma, vivem apenas pelo factor exterior e da aparência ou do dinheiro e do consumismo exacerbado seja do corpo seja  do sexo como fonte de prazer aleatório, que cada vez mais ganha proporções gigantescas e leva as massas a  um paroxismo de estupidez generalizada através da Moda, dos Mídea do cinema da televisão assim como dos festivais de musica e vida nocturna onde reina a bestialidade: sexo drogas prostituição e dinheiro.

Não admira que se comece a falar com tanta “naturalidade” de Transsexauis e “profissionais do sexo” e de “indústria do sexo” de "barrigas de aluguer", de transgéneros, de casamentos homossexuais, de pedófilos e os seus direitos assim como a adopção de crianças por gays, quando o casamento foi instituído com o único propósito de garantir filhos legítimos do Pai e em que uma das partes, a mulher, se submete e serve o homem como propriedade, garantido assim ao Homem que os filhos são seus e que os seus bens continuarão a pertencer à sua família…
Agora tudo se desmorona, os padrões e as leis  e a família e temos as mulheres como meras  barrigas de aluguer e a prostituição instituída, e aqui a Mulher deixa de ter lugar no mundo passando a ser uma mera coisa de aluguer...à hora ou ao mês e por nove meses…

E...na verdade se durante décadas os GAYs ditaram a Moda feminina e fizeram da mulher essa coisa aberrante vazia de si o que eles querem ser hoje, é mulheres fatais e com mamas de silicone - e temos assim os homens reduzidos a travestis e dai se conclui que  o Lobby Gay e o Projecto maquiavelico de destruição tanto do Homem como da Mulher está em curso. Podemos ver que  um plano destruidor de todos os valores está em curso pela maquina do Sistema Capitalista e posta em curso pelos movimentos marxistas de esquerda e transgéneros. Esta cultura das minorias como padrão ascendente no mundo do espectaculo em geral e supostamente intelectual..

Sim, tendo sido os estilistas gays na sua maioria os autores e repercussores em todo o mundo desta alienação do feminino intrínseco não há duvida que o são agora do próprio masculino também...Assim até parece "justo" que  queiram ser eles os protagonistas dessa invenção, nem homens nem mulheres, como de um direito seu se  tratasse, e em lugar de homens e mulheres temos seres hibridos e caricatos ...mulheres sem seios e agora mulheres barbudas…

Mas então, é caso de se dizer, já que conseguiram o que queriam, fazerem-se passar por essa coisa que chamam mulher,  deixem as mulheres-mulheres, as mulheres verdadeiras  em paz e de uma vez por todas. Sejam trans tudo e tudo, tudo, mas TUDO o que tem “direito”, mas NÃO MULHERES, porque isso nunca serão; não, eles  não sabem nem sonham o que seja sem que nasçam Mulheres, XX e com utero e ovários!
ESta demolição da família tradicional é também a queda do Sistema patriarcal, mas o desvio cultural brutal em causa leva a uma nova alienação que é a destruição cabal de todo o tecido natural e humano da sociedade. Caminhamos a passos largos para a maior aberração do humano de que há memória, seres sem alma, robotizados, mortos vivos...ou fantasias rebuscadas de seres sem identidade.
(...)
Homem versus mulher...

E PARA OS QUE NÃO SABE AS DIFERENÇAS GENÉTICAS ENTRE MULHER E HOMEM, AQUI FICAM  OS DADOS IRREFUTÁVEIS:

Qual será realmente a diferença fundamental entre o homem e a mulher? Geneticistas americanos acabaram de resposta que os humanos procuravam desde o começo dos tempos: a diferença é um gene, existente apenas nos homens, chamado TDF (iniciais em inglês de “fator determinante de testículos”). Desde 1950, sabia-se que o sexo com que se nasce é determinado por um dos 23 pares de cromossomos do ser humano: mulheres possuem o par XX e homens, XY (assim chamados por causa da forma), explica o professor Paulo Otto do Instituto de Biociências da USP, “ficamos sabendo que não é um cromossomo inteiro, X ou Y, mas apenas um único gene que determina o sexo.” Detalhe: um único gene entre cerca de 100 mil que formam a bagagem hereditária do ser humano.

Os pesquisadores encontraram o gene TDF estudando os cromossomos de pessoas geneticamente anormais, ou seja, mulheres com par XY e homens com par XX – casos raros, na proporção de 1 para cada 20 mil, e essas pessoas são estéreis. Os cientistas notaram que faltava um pedacinho no cromossomo Y das mulheres; já nos homens, havia um pedaço de cromossomo Y preso a um cromossomo X. depois de muito quebrar a cabeça, eles concluíram que esta proporção de cromossomo a menos nas mulheres e a mais no homem era o gene TDF. No embrião do sexo masculino, o TDF manifesta na sétima semana; até então, segundo os geneticistas, o embrião é “sexualmente indiferente”.



rlp

Sem comentários: