"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, maio 10, 2010

A PALAVRA DAS MULHERES


A PALAVRA COMO DESTINO...


"A palavra também é destino, pois ela anuncia aquilo que foi decidido pelos poderes; além disso, a maldição e a bênção dependem dos rituais mágicos que estão sob o domínio das mulheres.

Aquilo que mais tarde passamos a chamar de poesia teve origem na fórmula dos sortilégios e nos cânticos mágicos que emergem espontaneamente das profundezas do inconsciente de onde trazem à tona suas formas características; seu próprio ritmo, além do vigor e da sensualidade peculiares de sua imagem"


(...)

in "A Grande Mãe" - ERICH NEUMAM
(por engano tinha colocado o nome de outro autor.
Obrigada Luiza por me chamar à atenção!!!)

2 comentários:

Pocahontas disse...

Vou passar a vir por aqui mais vezes! Finalmente algo bonito de ver e ler! Um abraço!

Naná Rebelo

Luíza Frazão disse...

Creio que o título do livro do Jean Markale é "A Grande Deusa", não?

Abraço,
Luíza