"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quarta-feira, janeiro 18, 2012

MÃE DO CÉU E DA TERRA....


"Virgem Mãe, Filha de teu Filho, a mais humilde e ao mesmo tempo a mais alta de todas as criaturas, marco fixo da vontade eterna, tu és quem enobreceu de tal forma a natureza humana que teu Criador não desdenhou em se converter em sua própria obra. Em teu seio inflamou-se o amor, cujo calor fez
germinar esta flor na paz eterna. És aqui, para nós, um meridiano sol de caridade e em baixo, para os mortais, vivo manancial de esperança. És tão grande senhora e tanto vales que todo aquele que deseja alcançar uma graça e a ti não recorra, quer que seu desejo voe sem alma. Tua bondade não só socorre ao que te implora, como muitas vezes se antecipa espontaneamente à súplica. Em ti se reúnem a misericórdia, a piedade, a magnificência e tudo quanto de bom existe nas criaturas. Este, que da mais profunda laguna do universo até aqui viu uma a uma todas as existências espirituais, te suplica lhe concedas a graça de adquirir tal virtude, que possa elevar-se com os olhos até a saúde suprema. E eu, que nunca desejei ver mais do que desejo que ele veja, te dirijo todos os meus rogos, e te suplico para que não sejam vãos, a fim de que dissipes com os teus dedos todas as névoas procedentes de sua condição mortal, de sorte que possa contemplar o sumo prazer abertamente.
Ademais, rogo-te ó Rainha, tu que podes tanto quanto queres, que conserves puros os seus efeitos depois de tanto ver. Que a tua custódia triunfe dos impulsos da paixão humana: olha a Beatriz como junta suas mãos com todos os bem-aventurados para unir suas orações às minhas."


(DANTE ALIGHIERI)
(Publicado no FB por Fernando Augusto)

1 comentário:

Filho de Jacó disse...

Maria de Nazaré, o lado feminino de Deus. Jesus Cristo, o lado masculino de Deus
Yang-Yin



Yin: princípio passivo, feminino, noturno, escuro, frio.


Yang: princípio ativo, masculino, diurno, luminoso, quente.



O símbolo que representa o yin e o yang é chamado "Taiji Tu"



Não são o bem e nem o mal, mas apenas energias que existem em cada um de nós. O bem e o mal são apenas conceitos inventados pelo homem quando passou a julgar o certo e o errado.

Segundo este princípio, duas forças complementares compõem tudo que existe, e do equilíbrio dinâmico entre elas surge todo movimento e mutação.
Yin Yang é, na filosofia chinesa, uma representação do príncipio da dualidade de yin e yang, o conceito tem sua origem no tao (ou dao), base da filosofia e metafísica da cultura daquele país.


Maria de Nazaré é o lado feminino de Deus e Jesus Cristo é lado masculino de Deus. Não é fácil aceitar, mas, me foi revelado esse mistério pelo Mundo Espiritual. No princípio da humanidade, Jesus era Adão e Maria, sua atual mãe, era Eva; O Princípio relatado por Moisés. Jesus e Maria são almas gêmeas desde remota evolução; quem não acredita em reencarnação, não pode aceitar essa revelação. Jesus Cristo era relatado pelos profetas como o servo fiel de Deus, porém, ele se apresentou como sendo o próprio Deus. Deus tambem, nas sagradas escrituras, chama a Jesus de servo, entretanto, Deus revelou depois que Jesus e ele eram um só. Maria não foi escolhida para ser a mãe de Jesus Cristo por ter agradado a Deus, e sim porque a sua própria natureza também era divina. Maria, desde o princípio, já estava pre-destinada a ser a mãe do salvador aqui na terra; ela não foi bem-aventurada apenas porque agradou a Deus, e sim, porque ela já era parte de Deus. Assim como Jesus e o Pai eram um só, Maria e Jesus também eram Almas Gêmeas nos caminhos da Evolução e da Salvação de tudo o que existe. Um dia quando o Machismo se acabar por completo, o mundo entenderá esse grande mistério. Deus a tomou por espôsa, não porque se agradou dela, mas sim, porque ela já era parte dele. Ela foi a mãe de Jesus, não por ecolha, mas sim, por já existir com ele desde o princípio. Deus Pai, Deusa Mãe e Deus Filho, a verdadeira Sagrada Família.



Ave Maria da rua
Raul Seixas

No lixo dos quintais

Na mesa do café

No amor dos carnavais

Na mão, no pé

Oh ! Tu estás, tu estás

No tapa e no perdão

No ódio e na oração

Teu nome é Iemanjá

E é a Virgem Maria

É Glória e é Cecilia

Na noite fria

Oh ! Minha mãe, minha filha

Tu és qualquer mulher !

Mulher em qualquer dia

Bastou o teu olhar

prá me calar a voz

De onde está você

Rogai por nós

Oh ! Minha mãe, minha mãe

Me ensina a segurar

a barra de te amar

Não estou cantando só

Cantamos todos nós

Mas cada um nasceu

com a sua voz

Oh, prá dizer, prá falar

de forma diferente

o que todo mundo sente

Segure a minha mão

quando ela fraquejar

e não deixe a solidão

me assustar

Oh ! Minha mãe, nossa mãe

E mata a minha fome

nas letra do teu nome