domingo, abril 15, 2012

UMA BREVE NOTA



Com o Facebook apercebo-me que por causa da dinâmica gerada pela facilidade de comentários e respostas se pode tornar bastante mais aliciante do que o Blog. No entanto, perde-se uma certa profundidade e sequência na expressão daquilo que sentimos e pensamos. E aqui estou eu, curiosamente impedida de ter acesso ao facebook, a escrever directamente no Blog...
Pergunto-me como e porquê, tendo mais de 500 visitas por dias ou por vezes o dobro, não há retorno em termos de alguém se aventurar a dizer o que sente nem a escrever um simples comentário. Por outro lado tenho tido algumas leitoras a referir-se a temas aqui abordados e a fazer perguntas sobre os mesmos, o que implicaria um desenvolvimento maior do tema no comentário, o que não é muito fácil devida a limitação da caixa....
Queria também aproveitar para dizer que há observações ao Blog e textos enviados ou referências que me são feitas a que não tenho tido oportunidade de referir, mas agradeço imenso a quem o faz. Acontece que por vezes fico a espera de uma oportunidade para os inserir num determinado contexto e nem sempre o tema vem...
Espero retomar alguns dos temas referidos e continuar a manter vivo este espaço...
Agradeço a todas as leitoras/os que há anos o seguem e mantêm este elo. Mas há muitas amigas de quem perdi o rasto e gostaria muito que dessem sinal de presença.
Com todo o apreço e estima.

rlp

1 comentário:

Else Schumann disse...

Obrigada por sua atenção sempre tão carinhosa!