sábado, outubro 13, 2012

A MULHER ESSENCIAL


PORQUE NÃO TENHO ESCRITO...
Estou tentando digerir ainda o desconforto que por vezes se gera na linguagem e na interacção dos grupos... E a conclusão a que cheguei e o que mais ressalta dos pequenos equívocos ou conflitos (naturais, eu sei) é que quando se não consegue manter o nível da discussão e do assunto em si em termos correctos e impessoais, se passa para a agressão e à ofensa...é aí que eu corto com as pessoas ou com o grupo. Como é fácil de se perceber, o conflito não se passou no Blog, mas num grupo no facebook.
- Ainda estou meia afastada das palavras...mas de alma sempre presente...

Por princípio nunca subestimo ninguém mas há um discernimento e um BOM SENSO que é preciso manter a todo o custo. Devo dizer-vos que eu tenho questões de ordem "espiritual" e não as separo da minha essência, da minha evolução como ser humano, e que de vez em quando aqui as deixo transparecer, mas resguardo quer o Blog quer o Grupo de especulações e ideias sobre a vastidão do Universo e do que eu própria creio, para nos concentrarmos sobre A Mulher Essencial. A nossa atenção deve pois recair toda por princípio nessa Mulher em si porque à partida esse é o potencial sagrado que pode catapultar a mulher para a grande espiritualidade uterina e interna, que é a sua...sem cair na armadilha do patriarcado que nos levou para fora de nós...à procura de um deus remoto, negando a Mulher interna/instintiva e o seu poder criativo, assim como a Deusa Mãe.
 

AS SEMENTES LANÇADAS À TERRA..
 
As sementes do nosso SER INTERIOR devem voltar a ser lançadas na terra do nosso ser profundo, do nosso Ser Instintivo e é esse trabalho dentro que sendo seguramente feito através do contacto profundo com o nosso sangue e as nossas células aliadas as forças telúricas - o que irá permitir por sua vez que haja acesso às forças cósmicas - que farão essa ligação, e sem que primeiro na mulher se faça essa ligação à Terra e ao Útero, ela não pode integrar de forma equilibrada e salutar, de forma real, a espiritualidade profunda: o SABER que vem dessa essência, essa sua sabedoria inata. E portanto, se ela não integrou esse saber que vem de dentro, se não acedeu naturalmente pelas suas próprias vias ao Feminino Sagrado, e ganhou essa consciência de si como um todo, unindo as duas mulheres divididas pelas religiões, a sua busca não passa de especulação religiosa, baseada nas velhas tradições ou rituais exteriores a si, e a que apenas poderá ter acesso intelectual e mentalmente mas não passando por uma experiencia fulcral, por uma vivência transformadora vivida de dentro para fora e não de fora para dentro…  

 
Digamos que este espaço é um espaço dedicado exclusivamente à consciencialização do Ser Mulher em si, tido como PRIORIDADE E POUCO MAIS. 

É este um apelo à mulher das entranhas, à mulher xamã, à mulher psíquica, a mulher empoderada em si mesma e não à mulher relacionada com poderes fora dela, adquiridos através de qualquer outro meio, mediúnico, multidimensional ou cósmico.

Este espaço não trata de poderes, dons nem de habilidades, capacidades ou atributos da mulher fragmentada, mas do caminho da mulher para si e em si como um ser total. Uma descida a si mesma, ao seu universo oculto e quase desconhecido, aos seus abismos. É a mulher aqui na Terra, a mulher Útero, a Mulher Coração unindo os seus esforços para ser inteira. E não a mulher que se procura unir ao homem ou ao cosmos, ao deus ou mesmo à deusa fora dela ou ao que quer que seja que não seja ela através dela própria...

E porque a alienação das mulheres de si mesmas e da sua essência se fez de muitas maneiras ao longo dos tempos e através das religiões patraracais, precisamos agora de ter essa atenção, atenção redobrada, pois sabemos que o que mais nos alienou do nosso psiquismo e da nossa alma, foi uma suposta espiritualidade, dita mais lata, mais universal, em nome de deuses… e dos homens; foi através de todas as religiões patriarcais que a mulher ancestral, a mulher primeira se perdeu e nós não queremos repetir esse erro agora. Nós não querermos mais ser a Maria Madalena, a pecadora, nem a Virgem Maria…a imaculada!

Nós queremos ser uma mulher só e inteira!

As questões pois que eu pretendo de um modo geral trazer aqui e que venho tratando já há alguns anos…e é a base de todo o meu trabalho e pesquisa, é de que a Mulher por si só é um Poder imenso e que focada na sua interioridade/integridade, focada na sua própria força interior, ela terá com toda a legitimidade desse poder activado e dele renascida e só nela  e por ela mesma, para poder então traduzir/expressar a sua alma em plenitude; só a mulher focada no seu próprio prazer de ser/sexo/corpo/alma e espírito e de se sentir Mulher integrada é que poderá transparecer toda a sua grandeza, sensualidade, vitalidade, fascínio, magnetismo que lhe dará a possibilidade de vir a ser a Mulher Matriz que em si encarna a grande Princípio Feminino e só quando a mulher expressar esse poder em si e que é seu desde os primórdios, ela pode mudar a face do mundo, porque a sua Presença será  irradiante e abrangente de toda as formas de  Consciência da Terra a partir do seu corpo vaso, unindo a psique, a alma, o corpo e o espírito ao Espírito do Universo…

Se a mulher não se encontrar a si mesma nessa plenitude de dentro ela será sempre um corpo parte de si  alienada ou da sua alma ou do seu sexo ou viverá uma espiritualidade por imitação…devota seja do Cristo ou o do Buda…etc.

Este é o desafio que eu lanço a cada mulher que se busca a partir de dentro…a partir das suas entranhas…e das entranhas da Terra…

E digo-vos, não há experiência mais alta nem mais ardente do que o Amor de nós mesmas. E com esse Amor/Magia amemos quem nos apetecer, mas cheias…não vazias nem desesperadas…”donas de casa desesperadas” à procura de mais um falo (ou um filho) que as preencha!

 
rosaleonorpedro

3 comentários:

Aliks disse...

Leonor ... não deixa de escrever !!! pois, como diz um ditado "Água mole em pedra dura tanto bate até que fura "

Um grande abraço

Nerfetiti disse...

ADORO SEU BLOG... NÃO TENHO SEU FACEBOOK... NÃO QUERO QUE DEIXE DE ESCREVER... VC É MARAVILHOSA...

Rosa Leonor disse...

Minhas queridas...não, não deixarei de escrever...é mais forte do que ue...mesmo que as vezes sinta isso...não vou conseguir! Obrigada pelo vosso incentivo!!!

um abraço gradne as duas...

rleonor