"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, abril 13, 2015

A HUMANIDADE MULHER

 
O SER HUMANO - MULHER?
 
Quando se fala do ser humano em geral e se diz normativamente O Homem, está-se sem dúvida a referir o homem e as suas características humanas e não a mulher - perfeitamente omissa - na estrutura da língua e na semântica, toda ela patriarcal, debaixo do domínio do masculino como género, como não se tem em questão os dois princípios fundamentais da manifestação da vida que juntos formam de facto o SER HUMANO: homem e mulher cada com a sua estrutura onto...lógica. Ignorar à partida as diferenças essências de estrutura física e psíquica de um e outro e querer fazer crer uma "igualdade" - que devia ser só de direitos e responsabilidade/liberdade - é um erro crasso que foi a causa de grandes injustiças e desequilíbrios da vida e da natureza. O Principio feminino omisso e relegado para segundo plano - inconsciente sombra e sentir soterrado pela razão lógica e o raciocínio - criou um mundo absurdo e caótico, violento e agressivo, destruindo toda a harmonia da vida no planeta, em toda a sua extensão.

rleonorpedro

Sem comentários: