quarta-feira, março 23, 2011

Deusa em plenitude e graça...



“Em todo o Universo, nada nem ninguém é maior do que a Deusa Tripla!”


“Só quem vive em devoção pode sentir com esta profundidade de Amor…”
Íris

Ó Deusa Branca,
...Senhora das fontes e dos lagos,
esquecida nas brumas do tempo,
chamo-te do mais recôndito do meu ser,
em cada célula um apelo, no meu corpo,
em cada átomo.
Não sei porque te envolve esse véu diáfano,
que te esconde na penumbra dos meus sonhos,
onde às vezes por piedade me sorris
ou me tocas com teu manto que te esconde de mim .
Outras vezes,
afagas-me o rosto com uma pena das tuas asas
e foges para longe.
Queria amar-te mais se eu pudesse
e trazer-te para bem perto ...
Pedir-te Senhora, nunca me esqueças...
Tu és a razão única da minha vida,
tu és a minha essência e cada nervo.
A carne, o sangue e o tecido,
cada fibra do meu ser te pertence!

in "ANTES DO VERBO ERA O ÚTERO"
Rosa Leonor Pedro




Olá Rosa,

Adorei que lessem o seu texto no inicío da nossa celebração, muito belo e inspirador, como tudo o que escreve.
Fiquei feliz de saber que nos foi ver ao espectáculo das 18h, pois foi quando dancei o meu solo.
Gostaria muito de saber o que achou da nossa celebração, o que sentiu e se gostou de assistir.
Um abraço de amizade e tudo de bom para si
Felicidades


Sandra Maryam ♥


Querida Sandra,

Obrigada pelas suas palavras. Eu também me senti muito gratificada por o meu poema ter sido lido nesta celebração feita por mulheres que estão a ser iniciadas por uma verdadeira Sacerdotisa da Deusa...
Vi na vossa dança o romper dos limites do corpo objecto, como ele é olhado pela plateia profana, para uma dimensão de fogo - a beleza e amor estão na paixão dos gestos sagrados para além da evocação do sexo -mulher - e que só a alma pode transmitir...e dar plena dignidade à mulher...
Isso foi o que eu vi...e vi um Templo onde vocês se erguem como sacerdotisas da Deusa em plenitude e graça...com a liberdade de amazonas...com a força de deusas vivas...e bem hajam por isso pois no meu coração é um sonho que se está a tornar realidade...

rosa leonor

2 comentários:

Cristina Marques disse...

Querida Rosa: A Celebração foi Sagrada e o poema é um Hino maravilhoso.

A leitura foi ideia da Iris e foi também um velho sonho meu :)

Gostei de te ver e de te abraçar.
Contigo sempre,
Cristina Marques.

Rosa Leonor disse...

Minha querida eu sei que esse sonho era nosso...
Também gostei muito de te abraçar e ver no palco...
É muito bom para mim saber que estás sempre comigo minha irmã...
(e já lá vão uns anos...)
rosa leonor