"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, outubro 23, 2011

AS DIFERENÇAS "CULTURAIS" E A EXPLORAÇÃO DA IMAGEM DA MULHER...

Veja as diferenças...
...entre o Ocidente de hoje e a China de alguns séculos atrás...

OS PÉS SÃO O SUPORTE E BASE DA VERTICALIDADE...

Espartilhada entre a moda e a elegância...a mulher continua a submeter-se as modas mais absurdas e anti natura...
Na China era feio e grotesco a mulher ter pés normais...no Ocidente é "chique" a mulher andar sobre o arame...ou no fio da agulha...
Porquê? Sim, porquê? Porque este fetichismo dos pés...
Porque continua a mulher a ser vítima de  modas e preconceitos sobre o seu caminhar...

Os pés como símbolo do Caminhar...e da alma, do caminho livre...do andar sobre a terra...

Porque é a mulher amputada do seu andar sobre a Terra...
Não será que daqui a 20 ou 50 anos não irão os seres humanos olhar para esses saltos altos de 10 a 12 (?) cm (não sei qual é a medida máxima suportada) e ficar abismados com a crueldade e a estupidez que as mulheres tinham de supostar para parecerem elegantes e andarem na moda? Na moda de quem? Na moda dos estilistas gays...na moda dos homens que  fizeram das mulheres objectos de prazer visual... de tortura e  sado-masoquismo...Não digo que as mulheres nãos sejam excelentes trapezistas...e prática de andar sobre o fio da navalha há séculos...mas hoje que já sou velha, e olho sem medo nem preconceitos ou sem falsas estéticas para o modo como a mulher se afirma pelos modelos gays, posso dizer que os pés das mulheres e o seu caminhar demonstram o caminho da tortura subtil...sim, como sempre me acharão axagerada...mas aquelas que ainda calçam saltos altos pensem no sacrifício...e em nome de quê???
Que prazer senão o da conquista do homem...ou da imagem repercutida obsessivamente pelos media e por toda a publicidade de uma mulher sexy e fatal...jutamente o que mais queriam ser os Gay...por mais que se disfarcem hoje de machos musculados, o ódio (da mãe) e a inveja da mulher é a sua obsessão ao ponto de a quererem hoje anular comprando-lhe o útero transformando as mulheres (uma nova forma de prostituição) em "barrigas de aluguer"...
Onde é que esta sociedade chegou???
Até onde chegou a alienação do SER MULHER?
Até onde deixará ainda a  Mulher continuar esta exploração do seu SER MAIOR?
rlp

2 comentários:

maria eugenia disse...

Simplesmente ridícula essa matéria , nos mulheres não temos culpa se você nunca foi um objeto de prazer visual e nos não andamos de salto pra agradar os estilistas gays andamos simplesmente por gostar minha QUERIDA

Ísis Kumara disse...

Huummmm... não é toda a gente que alcança a consciência dos danos que provocam os saltos altos. Especialmente esses de 10cm. Que horror! Nenhuma mulher precisa de fazer equilibrismo doloroso para ser agradavel á vista! E o que pode ser agradavel á vista para uns, pode ser igualmente ridiculo para outros. Conheci uma mulher que dizia, "eu morro de dores mas não os tiro porque eles gostam"...

ô_O