"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

sexta-feira, março 02, 2012

A ALMA É MULHER...


DA IMPORTÂNCIA DA ALMA

"Enquanto a alma não nascer só há conflito. E os conflitos existem para nos dizer: “ainda não és alma o suficiente, ainda não trabalhaste na criação da alma” porque a alma no plano dela é plena, é uma lua, uma receptora, uma mediadora, uma diplomata e é uma Grande Senhora da Harmonia. Ela é a única entidade que não pertence a nenhum território, nem o do mundo terrestre nem o do mundo celeste, é uma gueixa porque ela tem de agradar a um senhor e ao outro, e quando se diz que ninguém serve a dois senhores ao mesmo tempo, isso refere-se às coisas do divino e às coisas anti divinas. Agora, o problema da alma é adaptar o potencial dos corpos superiores (corpo crístico, corpo monádico e regente avatar) ao potencial dos corpos inferiores – o potencial da imortalidade do físico, o potencial da Bem Aventurança do nosso emocional e o potencial da iluminação do nosso mental.

Esta Senhora raramente é compreendida, raramente é invocada e consciencializada e nós estamos com os olhos postos em Deus, e noutras coisas, e nunca temos os olhos postos nela. E todo o nosso sofrimento acontece porque a alma ainda não atravessou o suficiente para o lado de cá porque nós não olhamos para ela. Nós olhamos para a mónada com muito mais facilidade do que olhamos para a nossa humilde alma.

A alma é a fonte de toda a Humanidade e de toda a Paz e eficiência integral porque ela não pertence nem ao mundo dos deuses nem ao mundo dos homens."

ANDRÉ LOURO DE ALMEIDA

http://luminaportugal.blogspot.com/2011/09/o-potencial-dos-corpos-alma.html

Sem comentários: