sábado, dezembro 20, 2008

os gregos e...os troianos...

ANTES DE CRISTO...
Na versão poética e mística, Sócrates morreu envenenado pelo veneno da árvore da qual é extraída a cicuta, símbolo da Deusa que ele ajudou a destruir…pela apologia dos jovens efebos em detrimento da Mulher SÁBIA…

Sócrates, Socrátes…não te livrarás da cicuta nem da vingança da grande mãe…uma gota de veneno beberás por cada árvore destruída em nome do bem do teu deus da economia nacional…
*
“Há quantas décadas os cientistas advertem que não se devem desmatar encostas e topos de morros, nem ocupá-los com construções, porque se corre o risco de deslizamentos e mortes?
Há quantas décadas a legislação proíbe essa ocupação? Há quanto tempo a ciência mostra os riscos de ocupar a planície natural de inundação de rios, que periodicamente ali produzem enchentes mais fortes, com vítimas e perdas materiais, ainda mais se canalizados, retificados, obstruídos por barragens? Não são conhecidos há muito tempo os riscos de impermeabilizar todo o solo das cidades com asfalto e não deixar espaço para a infiltração de água - agravando o risco de inundações?
Há quantas décadas o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC) alerta para a maior freqüência e o agravamento dos chamados “eventos extremos” do clima, principalmente chuvas intensas em curto espaço de tempo?
Washington Novaes

Leia o resto do artigo em: http://metamorficus.blogspot.com/
*

1 comentário:

Conclusiva disse...

sem vegonha na cara