"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

domingo, junho 21, 2009

SÃO ROSAS SENHORA...SÃO ROSAS...



... são rosas senhora...
são rosas que caiam do teu regaço, rainha minha...
rosas que te coroam como uma coroa de espinhos,
rosas que te coroam e te ferem,

espinhos que se te cravam na carne de mãe e de mulher...





são rosas os teus seios,
rosas os teus lábios vermelhos,
rosas que te cobrem como um invisível manto da cabeça aos pés...
e cada gota do teu sangue são rosas espalhadas pelo chão,
marcas que fazem o nosso caminho de sacrifício ao pai e ao filho...


rosas a lembrar a mulher eterna, a deusa amante e rainha,
que de amante sagrada se tornou esposa ignorada,
que foi jovem violada e morta nas guerras
ou queimada viva nas fogueiras da Inquisição...


...ainda hoje és no Irão apedrejada pela turba fanática
em nome do pai...de Deus ou Alá...


rlp


1 comentário:

Kiro Menezes disse...

Muito forte e muito linda tua poesia, Rosa!