"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

terça-feira, junho 07, 2016

A RELIGIÃO ORGANIZADA...



AQUILO QUE NÃO QUEREMOS OLHAR

Por Joaguim Veiga Martins


"A religião organizada, seja a muçulmana ou a católica ou outra qualquer, é um instrumento do poder m...asculino sobre as mulheres, uma forma de controlo sobre as mulheres para negar-lhes os seus direitos humanos na sociedade. A religião tem fabricado vítimas femininas ao longo dos séculos e afasta propositadamente as mulheres de qualquer papel relevante na vida espiritual das comunidades. Acho que não exagero se disser que aconteceu e acontece e continuará a acontecer uma guerra ideológica e espiritual contra as mulheres. Na religião católica é uma mulher que traz o pecado para toda a Humanidade - assim vem na Bíblia - e milhões continuam a acreditar nesta idiotice. Todas as mulheres têm de viver com o fardo do pecado original? Isso é negar-lhes a sua humanidade, é cobrar-lhes uma dívida que elas nunca fizeram. É intragável testemunhar estes crimes sem que os líderes religiosos se pronunciem. O seu silêncio é cúmplice da barbárie. Agora estão a queimar mulheres mas, quem sabe, ainda poderão vir a queimar os seus próprios líderes. A violência é cega e esfomeada e devora tudo que estiver por perto. O povo que se deixe de infantilidades porque os tempos actuais são os mais perigosos para toda a Humanidade. Não podemos permanecer indiferentes a estes crimes que acontecem diariamente."

2 comentários:

Mac disse...

Sou o autor da imagem que está a ser usada para ilustrar o flagelo religioso que pende sobre as mulheres.
Fiz-la para, com algum humor, denunciar as atrocidades que, infelizmente, são aceites naturalmente por muitos, sob a capa negra da religião. É um assunto que não deve ser tratado deforma leviana, mas o humor é também uma arma e um veículo de informação e denúncia.
Fiz também uma versão em inglês para poder denunciar este flagelo a um público internacional.
Excelente texto. Parabéns.

rosaleonor disse...

Muito obrigada pela imagem e também pelo seu comentário.

rleonor