"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

segunda-feira, junho 06, 2016

Manifesto 74: Prostituição não é trabalho, é escravatura



CONTRA A LEGALIZAÇÃO DA PROSTITUIÇÃO


Legalizar a prostituição é formalizar um crime perpetuado há milénios contra a integridade da mulher.

As próprias mulheres divididas secularmente entre a "santa e a puta" não perceberem que todas elas são alvo dessa discriminação e divisão da mulher em duas e que isso é calamitoso para toda a humanidade, pois é aceitar que os "filhos da puta" dominem o mundo com os seus complexos e guerras. A mentalidade patriarcal das mulheres na politica e o seu seguidismo e a sua submissão aos lideres, faz delas cúmplices da maior de todas as atrocidades, continuar a deixar que as mulheres sejam e  prostituam, legalizando a venda do corpo e do sexo - legalizando a barriga de aluguer e condenando a mulher a Mulher objecto. rlp


" A prostituição não é a profissão mais velha do mundo, é tão só uma das mais antigas formas de exploração do ser humano. "



Manifesto 74: Prostituição não é trabalho, é escravatura: A fotografia é de Sandra Hoyn. A rapariga na fotografia chama-se Kajol. Acha que terá 17 anos mas não sabe a sua idade exacta. Esteve ca...

1 comentário:

Ana Nazaré disse...

CONTRA A LEGALIZAÇÃO DA PROSTITUIÇÃO !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

ROSA, LEMBREI DESTA FRASE : "SABEM O PREÇO DE TUDO ,E O VALOR DE NADA..."