quarta-feira, setembro 07, 2016

A AMADA DO LOGOS



"Na minha demanda do Graal, encontrei mitos e lendas de muitas terras. Uma delas, particularmente encantadora, foi a representação da deusa Maat. Muitas vezes, é representada como uma ave gigante que tem o mundo no prato de uma balança e na mão uma pena, com a qual pode desequilibrar a balança. Não querendo que o universo se desequilibre, Maat mantém eternamente a pena na mão.
Infelizmente, nos últimos quatro milénios, o prato da balança tem estado em desequilíbrio a favor do masculino, provocando o desequilíbrio a todos os níveis.
(...)
Nesta nova era, talvez o princípio da transportadora da água, o feminino, tenha influência suficiente para apagar os fogos acesos pelos dois mil anos de orientação masculina e começar a curar os males do nosso mundo. É claramente uma questão de consciência nova. Quando a Irmã-noiva for devolvida ao paradigma celestial como a Amada do Logos, então os males serão curados porque, como vimos, a fonte desses males é a alienação e separação destes dois arquétipos.”



in MARIA MADALENA E O SANTO GRAAL
A Mulher do Vaso de Alabastro
De Margaret Starbird

1 comentário:

Ana Nazaré disse...

https://m.youtube.com/watch?v=uH9ygYBWWCQ