domingo, março 03, 2019

A MERCADORIA HUMANA



"BARRIGAS DE ALUGUER" - RESPOSTA A UMA PERGUNTA

...."mas e a necessidade da mulher, que existe em muitos casos, ou simplesmente a vontade de usar esse benefício de ser mãe de ''aluguel'' por vontade própria? Queria entender mais sobre essa sua visão..."


USAR ESSE BENEFICIO?

- Compreendo a sua duvida...mas repare, a vontade de ser barriga de aluguer é a mesma "vontade" que a mulher à partida tem de ser prostituta...Na verdade é usar o que lhe resta quando não casa e não tem  uma situação financeira estável… Portanto ou casa que é o caso do bom partido ou do bom casamento sendo uma boa esposa-mãe presa ao lar, ou se fica solteira ou for divorciada e viúva, quase sempre sem recursos vê-se obrigada a ter que  ir à vida… A verdade é que estando ela desde logo fragilizadas e despersonalizada, o que acontece é que quanto mais vulnerável mais o Sistema  tira partido da mulher que se vê assim  e desde logo submetida a um sistema social moral e religioso que a manipula. E começa por ai o uso e abuso da mulher que é secular.
No caso da mulher  ficar solteira e sem recursos outros que não o casamento (não sendo rica nem tendo heranças ou um bom emprego, a mulher não lhe  resta muitas soluções que não passem pelo seu corpo-sexo …é o mais fácil e o que que lhe resta de si para vender, e neste caso, para além do corpo-sexo como prostituta  ela vai vender também o Utero para poder sobreviver...e como vende o sexo também vende o bebé se for o caso e der lucro. 

Toda a gente pensa que a mulher é prostituta porque escolhe e por vontade dela - sabemos que isso é mentira e a sociedade totalmente hipócrita porque é ela que empurra a mulher para isso não lhe dando qualquer apoio como mulher e mãe solteira ou como separada e considerando-a puta por tudo o que ela faça se não tiver dono, se não tiver um homem  e é isso que está em causa: O Sistema quer levar a mulher a ser pura mercadoria etc etc. 

É claro que as ideias são muito bonitas... "coitadinhas das crianças abandonadas pelo pai e pela mãe", vão ter um lar - que lar? ...Mas afinal, se o pai e a mãe não tem estabilidade emocional nem financeira para suster o seu filho, o que os gays vão dar é dinheiro porque tem dinheiro para comprar o bebé ou enfim seja qual for a idade da criança, dar-lhe bens, roupas de marca e brinquedos e colégios? tudo embrulhado pois claro em "afecto" - quando nós sabemos que as pessoas, a começar pelos pais, estão esvaziadas de tudo e são totalmente egoístas.
Todas essas ideias são idealização e mentiras que os mideas e os politicos se ocupam para com assuntos fracturantes vender mais.
E diga-me meu caro, onde está a estabilidade sexual e emocional do casal gay, onde? Nunca existiu nem nunca existirá e se o romance hetero acaba ao fim de seis meses... no caso dos gays acaba todas as semanas...eu falo assim porque vivi muitos anos no meio e ele não mudou assim tanto em 20 anos... Tudo isto são manobras politicas e eu digo e afirmo que o Sistema ataca e quer mais uma vez destruir a Mulher e a sua essência dizendo que é a sua liberdade…

rlp

O SISTEMA É UMA ALIANÇA MASCULINA DE DOMINIO E EXPLORAÇÃO DA MULHER

"A aliança masculina e o patriarcado foram os recursos a que o homem teve de deitar a mão a fim de lidar com o que sentia ser o terrível poder da mulher. O corpo feminino é um labirinto no qual o homem se perde. É um jardim murado, o hortus conclusus do pensamento medieval, no qual a natureza exerce a demónica feitiçaria. A mulher é o construtor primordial, o verdadeiro Primeiro Motor. Converte um jacto de matéria expelida na teia expansível de um ser sensível, que flutua unido ao serpentino cordão umbilical, essa trela com que ela prende o homem.”*


*Camille Paglia

Sem comentários: