domingo, julho 30, 2017

um falso eu



AS MASCARAS


"A técnica das técnicas: representar uma personagem. Todos nós o fazemos de vez em quando, por razões diversas, improvisadas no momento ou quando já desistimos de acreditar que vale a pena o contacto emocional genuíno com aquela pessoa, ou naquela situação. Defendemo-nos.
Alguns de nós excedem-se, contudo, no uso destas máscaras que com o tempo, por cobardia ou contingências da vida, fortificam-se e anulam o nosso verdadeiro eu.
É esta técnica do falso eu que contribui para explicar os casos em que na intimidade da família se possa comportar de determinado modo, e fora de casa se possa ser o seu oposto, ou um outro diferente.
Creio ser também a preferida das personalidades narcísicas, que pela manipulação, fazem a sua vítima acreditar que entre os dois há afinidades e cumplicidades - representam um papel - , mas que abandonam esta máscara passada aquela fase da sedução, dando lugar ao verdadeiro eu.

"São características esquizoides: uma atitude de omnipotência; uma atitude de isolamento e desinteresse; uma preocupação pela realidade interior."


ESTAMOS NO REINO DOS PSICOPATAS...

"Conheça-se a si próprio. Os psicopatas são hábeis em detetar e em explorar cruelmente os pontos fracos da outra pessoa; conseguem descobrir os botões que devem apertar. A melhor defesa é entender os pontos fracos e ser extremamente cauteloso com qualquer um que concentre a atenção em si próprio. Julgue essas pessoas de um modo mais crítico do que você faria com outras menos interessadas em suas vulnerabilidades ou menos atentas a elas."  Dr. Robert Hare


- E não esquecer que os move, o desprezo e a dissimulação (ocultada pela sedução...)


in incalculável imperfeição - por cristina simões

Sem comentários: