"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quinta-feira, junho 25, 2009

O OUTRO LADO...

"A CONSCIÊNCIA É A BASE DE TUDO O QUE EXISTE"
Amit Goswami


"Existe muito sofrimento na Terra: dor, perda, medo e pensamentos negativos fazem parte da atmosfera colectiva do planeta. E foi isto que você, como alma recém-encarnada, atravessou. A sua luz encontrou o caminho através da escuridão e, ao fazer isso, um inevitável véu de ignorância caiu sobre a sua consciência angélica original. Sinta a tristeza deste acontecimento e, por trás dela, a sua coragem e bravura. Você estava determinado: “Vou fazer isto! Mais uma vez, vou enraizar-me na realidade da Terra para encontrar a minha própria luz, para reconhecê-la, para redescobri-la e para transmiti-la para esse mundo, que está precisando tanto dela.”

Sim, foi um salto para dentro da ignorância. Esquecer-se temporariamente de quem é, não se lembrar do seu estado livre de ser, faz parte da condição humana. Esquece-se de que está seguro e livre independentemente de onde estiver. Ao tornar-se um ser humano, você começa a preparar-se para recuperar aquela sensação natural de liberdade e segurança. Na sua busca, pode ser enlaçado por poderes que parecem oferecer-lhe o que está procurando, mas que na verdade estão a torná-lo dependente de algo que está fora de si. Pode curvar-se perante julgamentos vindos de fora, que lhe dizem como se deve comportar para ser amado. Estas falsas imagens do Lar, estes substitutos, tendem a entristecê-lo e a deprimi-lo. Realmente a descida do Céu para a Terra foi uma viagem dura! Entretanto a morte transporta-o de volta ao plano do amor eterno e da segurança. É na morte que você se entrega a quem você sempre foi. Quando se morre conscientemente, quando se aceita a morte e se entrega a ela, a morte torna-se um acontecimento feliz.

(EXCERTO DE UM TEXTO canalizada por Pamela Kribbe)

VER EM http://saberdesi.blogspot.com/

******

Leia também "yinsights"

http://yinsights.blogspot.com/2009/06/sao-naturais-as-doencas-das-mulheres.html

AS DOENÇAS DAS MULHERES

Numa entrevista à revista brasileira “Época” o escritor sueco Peter Rost respondeu à pergunta sobre se era verdade que os laboratórios “criavam” doenças para vender medicamentos, ele disse ser “o caso da menopausa” e acrescentou:

“Sei que as mulheres passam por problemas nesse período da vida. Mas não classifico a menopausa como doença. As mulheres usam medicamentos com estrogénios para amenizar calores e melhorar a elasticidade da pele. Os laboratórios se aproveitaram dessas reacções naturais da menopausa e as classificaram como graves. Quando as mulheres tomam os remédios, sofrem enfarto como efeito colateral.”

As mulheres são as principais consumidoras de remédios. Elas são o alvo preferencial da propaganda médica, as mais fáceis de induzir a consumir drogas, quer pelos efeitos da sobrecarga de trabalhos que sofrem ao longo da sua vida, quer pelo medo das doenças gerado pelas suas neuroses e depressões…
(continua)
(artigo na íntegra em http://yinsights.blogspot.com/ )

3 comentários:

Anna Geralda Vervloet Paim disse...

Na verdade a preocupação das mulheres com a aparência ou com os sintomas da menopausa está relacionado com o que a mídia nos sufoca diariamente por todos os meios de comunicação.Temos que ter uma aparência de eternamente jovens,não sendo valorizada a beleza da maturidade,e somos induzidas ao consumo de medicamentos de efeitos colaterais nocivos.Precisamos de umá só coisa:CONSCIÊNCIA!Temos de nos conscientizar urgentemente e levarmos esta idéia adiante,assim como faz o Mulheres e Deusas.
Sugiro a leitura
http://femininoessencial.blogspot.com/2009/06/opiniao-de-um-homem-sobre-o-corpo.html

Abraços

Ademar Oliveira de Lima disse...

Estive por aqui em visita ao seu blog!! Aabraços Ademar!!

Anónimo disse...

Rosa,
Eu vi esse vídeo numa comunidade do Orkut e segundo quem postou:
"Este vídeo é esclarecedor sob muitos assuntos interessantes.
Ele foi engendrado para esclarecer de uma vez por todas, falhas do monoteísmo e crimes contra a individualidade humana, praticada por ele, entre outros detalhes que escapam do público, estabelecendo a relação direta dos pontos de vista filosóficos que são sustentáculos da histórica perseguição a mulher, e bem como em que se baseia a mesma, denunciando a misoginia disfarçada de filosofia."
Vc conhece, já tinha visto? O que acha?
http://www.youtube.com/watch?v=N202cp4Tlmk
Abraços