terça-feira, fevereiro 13, 2018

AS ABERRAÇÕES DE GÉNERO...e a alienação do human@ em curso!


"Ela era Ele e se casou com Ele que era Ela. Aí Ele que era Ela engravidou
(dela) que era Ele."


Qual liberdade? Matar, destruir, castrar, amputar órgãos? Em nome do sentir? Do sentir mulher ou do sentir travesti? Isto é CEGUEIRA propagada por todas estas tretas new age e yin e yang quando ninguém sabe nada do que está a dizer e a verdade é que tudo isto vai apenas contra a biologia e a natureza humana, o sentido do sagrado - a grande ignorância sobre os dois hemisférios cerebrais e a complementaridade macho fêmea - a Alquimia e o ESPIRITO - as emoções pertencem ao foro psíquico e a psicologia nas suas bases está a ser completamente destruída pela aberração da ciência química - e onde oh deuses onde está o equilíbrio da criança de pais legítimos e equilibradas perante estes seres híbridos e grotescos - sim isto está a tornar-se numa onda gigante grotesca e carnavalesca...em nome de qual liberdade? Isto é a mais completa ignorância e falta de CONSCIÊNCIA ONTOLOGICA E METAFISICA DO SER.  Todo este drama deriva da falta do feminino essencial - da não existência de uma Mulher integral e de a mulher e o homem estarem a ser manipulados e destruídos para trabalharem e consumirem como escravos que já o são seja da Nova Era ou da Nova ordem Mundial, cujo propósito é destruir toda a estrutura e equilíbrio da Natureza humana.

A TRANSIÇÃO DOS MUNDOS?

Eu nunca imaginei que o Apocalipse ou a Kalyuga fosse uma guerra surda de poderes ocultos e perfeitamente consentâneos entre todos os Governos do mundo e em cumplicidade com todas as instituições mundiais sem ter em conta nenhum valor humano real, sem qualquer humanidade, unicamente por dinheiro e poder temporal…Politicas geradas meramente por interesses económicos, em que se deixam morrer crianças inocentes em guerras sangrentas...e químicas...

Nunca pensei que o mundo pudesse cair nas mãos dos mais loucos e poderosos do Planeta para quem as populações, homens mulheres e crianças, são números e que nada contam como indivíduos a não ser para produzir e consumir, para servir o Sistema que os manda para guerra ou os destrói segundo os seus interesses… sem dó nem piedade...

Eu nunca pensei que a loucura do mundo fosse tão funesta e a sua insanidade fosse tão calamitosa, tão generalizada. Nunca imaginaria uma guerra sem tréguas contra inocentes, mulheres e crianças de forma tão cobarde e tão maléfica…tão “moralista”, tão “benemérita”…em que as potências mundiais dividem entre si os espólios depois dos mortos...
Eu nunca imaginei possível poder-se destruir a identidade e a integridade do ser humano enquanto homem e mulher pelas ideologias do Género, funestas e maquiavélicas e que se minassem nesse sentido e nas escolas as crianças fomentando a confusão sexual, induzindo-as aos transexualismo e criação de seres híbridos por vontade própria - mutação por químicos e mutilação genital - em nome de um "sentir diferente"... e que crianças nascessem de "mães" com barba e sem seios...e de "pais" mulheres com pénis e seios - a pura decadência da espécie...

Eu sei e sabia que os “grandes homens”, os mais ilustres cientistas, sábios, filósofos, escritores, artistas consagrados deste mundo, deixam morrer milhões de crianças à fome, que deixam violar milhares de mulheres, que enriquecem à custa da pobreza e da escravidão de milhões de pessoas em todo o mundo e que todos nós, aqueles que temos a ilusão de viver num mundo civilizado e moderno, que calçamos os sapatos sofisticados feitos na Índia por escravos, que compramos os produtos chineses mais baratos feitos por crianças, todos nós compactuamos com a nossa indiferença, com a nossa alienação, os nossos créditos…talvez mesmo com a nossa “espiritualidade”…mas não esperava esta hecatombe...
(...)

reescrevendo -  rleonorpedro

Sem comentários: