quarta-feira, agosto 24, 2016

AS MULHERES TEM O CONHECIMENTO/SABEDORIA



AS MULHERES TEM SAIDA...


As mulheres raramente vão ao encontro do seu Caminho que não conhecem. Elas foram histórica e culturalmente desviadas do seu potencial e propósito, desviadas da sua fonte de conhecimento que é o Utero. Mesmo nos grupos de mulheres que buscam saídas alternativas, ditas "espirituais" temos o Tantra (o homem e o sexo como objectivo) como na espiritualidade temos  Deus como objectivo ou os anjos ou a evolução espiritual (o céu como objectivo) ...mas,  a Mulher em si, ela própria como SER HUMANO independente e a Terra como Ser Vivo e pulsante ficam quase sempre para trás, como se a Natureza Mãe e a Mulher não tivessem qualquer razão de ser em si ou ligação do SER MULHER com a Vida que nasce dela tal como a vida nasce da Terra e do solo…

A Terra é tão ignorada como  a mulher é ignorante de si mesma
 por  viver sempre dedicada aos outros ou a viver em função de algo fora por mais legitimo que  seja, vivendo em função do olhar masculino que lhe dá razão de "ser", seja do Pai, seja do filho ou do amante, mas nunca se afirmar por ela mesma, como um ENTE consciente de si mesma!  E sem esta consciência de si ela nunca irá despertar para si mesma, para o seu potencial adormecido, para a sua força primordial de deusa, como revelação da própria  VIDA EM SI e  amor da Vida plena; ela foi educada para servir o homem, o Pai e o filho  e nunca se libertará de forma a nunca mais  depender de nada nem de ninguém para SER MULHER!
O que eu entretanto queria dizer com isto é que há um Caminho da Mulher, dentro de si mesma, um sentir sensual e cheio de emoção e que ele é para dentro de si, onde Ela sabe que tem esse Poder interior, onde a sua  força se esconde  e que ela tem de a resgatar, e que só pode ser plena em si quando não depender de  outros para a sua vida ter sentido...e essa é a sua descoberta...o Coração é o Manancial...ainda fechado!
Por a Mulher ter esse Conhecimento/Sabedoria em si mesma, ser em si um poder da Natureza, ela foi afastada dele e dividida em duas mulheres - para que não lhe tivesse acesso e pudesse assim, ficar presa e cativa do homem, do seu “olhar de vida” (mais morte do que vida!) e ser dominada e explorada por ele ao longo dos séculos. Esta divisão da mulher, esta cisão fulcral em cada mulher como uma ferida é a fonte de toda a separação dentro e fora da Mulher e é a meu ver igualmente a causa de todos ou quase todas as doenças e males sociais…claro, sabemos que ninguém quer ver isso e a questão tem sido persistentemente branqueada por religiosos, padres, sociólogos, antropólogos, escritores e até psicólogos como vimos no inicio do texto…
Só à Mulher pode mudar isto…

Rlp

Sem comentários: