sexta-feira, novembro 18, 2016

ENTRE DEUS E A DEUSA




Como nos diz Jean Markale no seu livro LA FEMME CELTE,


"Suprimindo a noção de Mãe-Divina, ou submetendo à autoridade de um deus-pai, desarticulou-se o mecanismo instintivo que fazia o equilíbrio inicial: daí advém todas as neuroses e outros dramas que sacodem estas sociedades paternalistas."

Foi assim que as mulheres foram impedidas de aceder ao seu lado instintivo-intuitivo-sagrado, e portanto os homens, impedindo-as de ter acesso às forças telúricas da Terra também cortaram o seu acesso às forças do cosmos que ela liga e é a mediadora, não o homem; Por essa razão  elas eram as sacerdotisas por inerência e destino uma vez que  a mulher é a responsável da encarnação* e portanto representante da Deusa Mãe, criadora, geradora e Matriz de toda a Manifestação. Falar de Deus é deslocar o foco da Terra Mãe e da Natureza para a transcendência, para o Ceu, para o Além. Desta forma, o homem incapaz de enfrentar a natureza instintiva da mulher, a dor do nascer e do morrer, projectou-se no absoluto-deus em vez de viver na Terra deusa. Privou assim a mulher de ser ela mesma, desapossando-a dos seus dons e força, condenando-a ao descrédito e vendo nela a pecadora e causa da Queda...nesse sentido todas as mulheres do mundo cumprem apenas uma função de servir o Homem e Deus sendo anuladas como ente autónomo, que decide de si, do seu sexo e do seu útero e da sua vida, tendo o Estado e a religião gerido e controlado a sua expressão de ser Mulher pelo casamento instituição, reduzida a reprodutora ou mulher de prazer.

Por todas estas razões a Terra enfrenta hoje um caos cada vez maior e o maior descalabro humanitário jamais visto, com a Globalização...
Face a este descalabro humanitário e planetário em que a Terra inteira e a Natureza se encontram, em que continuamente ela é destruída pela mão do homem, assolada  por guerras étnicas, ódios raciais e assassínio de mulheres, caberia as mulheres olharem de outra forma a Historia e o seu papel no Mundo e fazer tudo para  DESPERTAR PARA SI MESMAS e focarem-se  no Principio feminino e na Deusa Mãe  a fim de  resgatar essa essência Mulher e ser capaz de expressar o seu potencial e tornar-se assim um pilar do mundo e não deixar tudo nas mãos e controlo do deus homem, como aconteceu durantes estes milhares de anos...
Esta é sem duvida a minha visão das coisas e por isso falo exclusivamente da Deusa e da Mulher a fim de que recuperemos terreno - bem no sentido da palavra TERRA. Recuperar a natureza primordial da mulher é resgatar também a Terra Mãe da Incúria e da sua devastação pela mão predadora do homem...e dar-lhe a expressão de abundância equitativa e a paz inerente à sua dádiva suprema que é a Vida na Terra.
rlp


*"A mulher potencialmente está ligada ao conhecimento e à sabedoria que são duas forças complementares na grelha de base. A mulher realizada domina a dualidade e ajuda o homem a transcendê-la. Enquanto o homem tem acesso ao conhecimento que está no início de tudo e além disso tem a vontade. (...)
Chegarei mesmo a dizer que, nessa evolução do conhecimento, a mulher leva vantagem, mas não tenho a certeza se ela sabe disso. Ainda mais que em ralação à situação actual ela se choca com o poder do homem. Sejamos claros: constitutivamente, não existem relações de superioridade ou inferioridade entre homem e mulher. Tudo depende do contexto sociocultural da época considerada cujas consequências extremas se manifestam nas sociedades do tipo patriarcal e matriarcal. (...)
A mulher já é portadora do mundo transcendental - a Virgem Maria, Ísis, as Virgens negras. O homem, em contacto com a mulher, teria acesso ao germe da iluminação. E o casal alquímico exteriorizaria isso."*

* Étienne Guillé

2 comentários:

Lídia disse...

Será entao fundamental a mulher olhar para si própria com outros olhos, olhar para dentro para o nosso poder e trabalhá lho em conjunto com o homem, será isso?

rosaleonor disse...

Penso que em primeiro lugar a mulher tem de trabalhar em si mesma - olhar com outros olhos para si mesma não em função do homem...e só depois se quiser trabalhar com o homem, nõa antes...porque o homem e deus vê a mulher ao serviço exclusivo do homem e da espécie e anula-a na sua individualidade.

Esta é a ideia...
rlp