quarta-feira, novembro 30, 2016

MULHERES MEDICINA?




NÃO NOS DEIXEMOS ILUDIR PELA FARSA NEW AGE...

Fico cada dia mais estarrecida com a proliferação das "mulheres medicina" que nascem como cogumelos,  assim como das supostas xamãs e outras especialistas-parasitas e curandeiras-oportunistas que inventaram círculos e cursos e práticas antigas com que exploram a ignorância e a fragilidade das outras mulheres, submetendo-as a processos desvirtuados e de risco para a sua saúde, e que são, além de alienatórias e prejudiciais ao desenvolvimento de  um psiquismo saudável da mulher moderna que busca resgatar o seu feminino profundo - estas mulheres acabam por cair  nas malhas dessas ditas terapeutas e iluminados que controlam a cena e o mercado e só contribuem para o seu atraso.
Nalguns casos admito a boa fé...mas na maioria dos casos é apenas gente oportunista e falsa que se promove à custa de mentiras e manipulação das mentes fracas - normalmente as mulheres - sempre sujeitas ao controlo e a exploração dos outros, em nome seja lá do que for. Pode ser deus deusa ou um qualquer facilitador inspirado que lhes rouba o coração e a carteira, prometendo-lhe  um oásis...uma boa cama e a ascenção a curto prazo...
Há igualmente espaços de difusão de produtos e imagens e ideias muito cheias de amor e de boa vontade, oferecendo todo o tipo de curas e paliativos para todas as dores - mulheres que exibem uma ar sorridente e sempre positivo, falinhas mansas e coraçõezinhos...Abrem por todo o sitio Espaços onde vendem não importa o quê...meditações e reiki e leituras energéticas e cujo discursos do "amo-te muito" tentam convencer o comprador enquanto destilam raiva pura por dentro e uma ignorância  constrangedora a raiar o imbecil...bem piores do que as das madames videntes e as bruxas a que as nossas avós recorriam para manter os maridos presos e afastar as amantes...
Para além das mezinhas e dessa conversa fiada (digo bem cara) temos ainda os "enteógenos" (drogas visionárias) que prometem a libertação...e uma realização acelerada...de histéricas...

Mas passo a palavra a uma amiga "anonima" cuja lucidez me traz uma enorme alegria de não me sentir tão sozinha neste desmistificar tanta mentira que se espalha por ai, cada dia mais...


Anónimo disse...




Sobre os "enteógenos" também há tanto a dizer... enteógenos entre aspas porque apesar de originalmente (quando usados de forma correcta e no contexto adequado) terem a capacidade de revelar o divino que há em nós, na era do narcisismo parece-me que expandem mais o ego do que a consciência...

Por exemplo (entre tantos possíveis!), as "mulheres medicina" que surgem agora como cogumelos em Portugal. Basta uma irresponsável vir do Brasil munida de "medicinas" e dar um curso, para passados três ou quatro meses termos uma leva de "mulheres medicina". Mais uma vez temos o "condão mágico" da new age: O que antigamente demorava três décadas (ou quatro ou cinco, ou uma vida!) a conhecer e integrar, agora demora três meses! E porquê? Porque estamos na Nova Era, e quem dita o que é verdadeiro ou falso, o certo e o errado, é o comandante da nave estelar, ou arcanjo, ou o ser de "luz". O que os antigos e genuínos guardiões das tradições aconselhavam: calar! estas mulheres decidem arrogantemente ignorar, e anunciar aos quatro ventos no facebook que são "mulheres medicina" (quando não o são!!). E isto tem um nome: charlatanice, fraude espiritual. Movidas pela vaidade, auto-iludem-se, iludem os outros, e tratam com leviandade o que deve ser tratado com extrema seriedade. Torna-se, assim, num perigo para os outros pois estas medicinas são tudo menos inócuas.

Esta mentalidade tornou-se numa epidemia nos últimos anos, e os resultados não tardaram a surgir: Já não é rara a notícia da morte de alguém, ou de abuso sexual por parte do "xamã", ou notícias de pessoas com problemas psíquicos de diversa ordem resultantes da participação nestas cerimónias (mortes e abusos esses abafados pelas autoridades locais na América do Sul enquanto o filão der...).

E assim continuarão... algumas iludidas de que se estão a curar, outras convencidas que ouviram o "chamado" para se tornarem mestres "espirituais", outras ficarão com a vida num caco, e ninguém fará nada... porque buscam sempre fora e porque tudo aceitam sem questionar.

Sónia

"A palavra enteógeno significa literalmente: "manifestação interior do divino", deriva de uma palavra grega obsoleta, que se refere à comunhão religiosa com drogas visionárias, ataques de profecia, e paixão erótica, e está relacionada com a palavra entusiasmo pela mesma raiz."

Sem comentários: