"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

sexta-feira, setembro 04, 2009

UM HOMEM COM CONSCIÊNCIA PLENA




Andrew Harvey é escritor e professor. Nasceu na Índia e foi educado em Oxford. Tem devotado os últimos trinta anos a estudar e escrever sobre as tradições místicas espirituais do mundo. Colaborou com Sogyal Rinpoche na produção do best-seller The Tibetan Book of Living and Dying (O livro tibetano da vida e da morte) e é sozinho, autor de mais de trinta livros, incluindo The Direct Path: Creating a Journey to the Divine through the World's Great Mystical Traditions (A Trilha: Criando uma jornada ao Divino através das melhores tradições místicas do mundo), Son of Man (O Filho do Homem) e A Journey in Ladakh: Encountres with Buddhism (Uma jornada em Ladakh: Encontro com o Budismo). Atualmente, Harvey é editor da série SkyLight Iluminations - clássicos espiritualistas para pesquisadores de hoje e mora em Nevada.


É ESTE HOMEM QUE DIZ:

"A salvação na nossa era, penso eu, assenta na completa e total reconstrução do feminino – a Mãe – em todos os estados de espírito, aspectos, qualidades, paixões e poderes. Somente o regresso da noiva banida e degradada em todo o esplendor, pode restituir um casamento sagrado autêntico entre o masculino e feminino capaz e resplandecente a todos os níveis da nossa vida tanto interior com esteriores. Com o regresso da Mãe, a raça humana pode uma vez mais ser infundida com a sua comnpreensãode interdependência, com a sua identificaçãocom todos os seres sencientes em ilimitada compaixão, o seu grande apelo de justiça para todos e com todo o seu terno apreço à vida. Somente a sabedoria e amor desta Mãe em acção em todas as áreas da vida pode agora salvar a raça humana. "


E CITA:

O grande sábio indiano Aurobindo escreveu: "Se existir um futuro, ele irá usar a coroa do modelo feminino”.

Sem comentários: