"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

sexta-feira, outubro 16, 2015

Não interrompa o caminho de ninguém, não queira 'doutrinar'...

 
 
 
"Cuidado ao querer 'salvar', curar ou consertar alguém. Salvar, curar ou consertar, do que? Em relação a que? Ao que você acha certo/errado, às suas verdades, às suas ideologias? Cuidado, você pode cortar a única via de sustentação que a criatura tem à vida. Jung propõe que deve-se não interromper ou desviar o indivíduo de suas convicções, do que o move, de suas verdades. Porque é exatamente o que... o move será instrumento de sua salvação, podendo ser o seu mais absoluto erro. Exemplo, conversão do Apóstolo Paulo, o que movia Saulo, o doutor da lei, era o 'ódio' aos cristãos, e foi este, o seu mais absoluto erro, que o fez converter-se, diz Jung. Sugestão, não interrompa o caminho de ninguém, não queira 'doutrinar', salvar ou consertar, senão incorrerá no mesmo erro que o macaquinho causou, ao ver o peixinho nadando numa água fria num anoitecer, com dó, por 'caridade', o tirou de lá, aquecendo-o com pouco de fogo, para que não se resfriasse."

João Januário - psicólogo clínico

1 comentário:

Gaia Lil disse...

Perfeito.