"NÃO SOU FEMINISTA, SOU ANTROPOLOGICAMENTE LÚCIDA" Ana Hatherly

quarta-feira, fevereiro 18, 2009

QUE PENA RAQUEL ESTAR DO LADO ERRADO

Raquel deixou um novo comentário na sua mensagem
"ESPANHA SUSPENDEU A VACINA GARDASIL":

Não existem, à data, quaisquer razões ou evidências que justifiquem a suspensão da vacinação, reforçando-se a recomendação de administrar a vacina HPV, Gardasil®, de acordo com as orientações do Programa Nacional de Vacinação.
Quanto às duas reacções adversas graves notificadas em Espanha, já foram diagnosticadas etiologias possivelmente associadas àqueles episódios, não havendo indícios, até agora, de relação de causalidade com a administração da vacina HPV.

Fico triste por se dar ao trabalho de fazer um blog que só diz meias verdades... só diz que não protege contra todos os tipos de papiloma mas não diz que protege contra os que têm maior prevalência!! Falar mal daquilo que os outros fazem é o mais fácil que existe!! parabéns continue assim!
Já agora, essas teorias da conspiração davam para fazer um livro!


Resposta à Raquel:

Primeiro que tudo minha cara eu não me dou ao trabalho de fazer um blog para tratar deste assunto porque se o fizesse tinha publicado material extensivo que lhe daria muito que pensar se conseguir pensar por si mesma…
Desculpe mas eu vou-lhe responder no mesmo tom que me escreveu…

Há razões de sobra para temer uma "conspiração" sim. As mulheres, por uma razão ou por outra, sempre foram vítimas de conspirações mais ou menos obscuras…e se se desse ao trabalho de ler o meu livro Mulheres & Deusas - REALMENTE ESTE BLOG DEU PARA ESCREVER UM LIVRO! talvez ficasse a perceber, pela muita documentação que tem dos mais variados autores, que as mulheres sempre foram alvo preferencial de “conspirações” (perseguições e fogueiras) da parte da Igreja e dos Estados e do Governo Mundial de Saúde ou da política económica agressiva das grandes farmacêuticas…

Não houve “gripe das aves”…no entanto todas as estações televisivas tentaram instaurar o pânico para vender o produto a soldo das mesmas…e nesta mesma linha, há muitos venenos, sim venenos, que se vendem em nome da saúde principalmente da mulher , e a ideia de prevenir uma doença que começa e é quase sempre de foro psíquico e emocional da mulher – a situação de stresse agravada e contínua das suas vidas divididas - mais toda a espécies de medicamentos preventivos para não engravidar, para a depressão, para as dores de cabeça, para a menopausa etc. em que se não respeita mais os processos naturais da vida humana, inclusive o direito natural de morrer…por uma obsessão da vida e da saúde que resulta apenas da ignorância do valor da vida em si e do quão estamos afastadas da essência da nossa própria vida enquanto mulheres.
A doença não é inata…nem inerente à mulher. As causas das doenças das mulheres são o seu sofrimento excessivo e o desequilíbrio da sua natureza verdadeira reprimida e rejeitada. A doença não é para se prevenir…a doença serve de alarme para que se vá às suas causas profundas e humanas e não para remediar com químicos…Os químicos que a mulher toma ao longo da vida é o que causa as suas doenças mais graves. Os maus tratos físicos e psicológicos que a sociedade machista e falocrática inflige à mulher, em casa, na rua e no emprego, sempre diminuída e sobrecarregada, prostituída, abusada, sempre alvo de intriga e inveja da parte de outras mulheres etc. isso sim é que era para prevenir e não remediar com vacinas duvidosas, porque todas o são!
Lamento que seja tão ingénua e se for médica, tão alienada de si enquanto MULHER. Obviamente inserida no Sistema só pode servir a sua (deles) razão e interesses.
Pena que não saiba auscultar sobre a verdadeira natureza da MULHER! Se a sua intuição funcionasse talvez tivesse lido nas entrelinhas ou adivinhado que a minha verdadeira causa aqui não é dizer mal dos coitadinhos dos médicos e dos medicamentos…mas ajudar a pensar porque é que a mulher é a vítima preferencial dos sistemas patriarcais… NOMEADAMENTE DO gOVERNO mUNDIAL DE "sAÚDE"...
Leia o Livro, Corpo de Mulher Sabedoria de Mulher escrito por uma médica americana e os seus testemunhos de como funcionam os médicos com as mulheres…nada mais simples do que tirar mamas, ovários e úteros ou operá-las para as salvar e lhes dar a eterna felicidade.

rlp

Sem comentários: