quinta-feira, novembro 25, 2004

(...)
>Preciso de arrumar a casa, rever o sistema, brunir
os móveis e o tato.
Preciso de opor o tempo ao tempo.
O espaço ao espaço.


albano martins
...AINDA DO POEMÁRIO DE MARIANA

Sem comentários: