quinta-feira, novembro 04, 2004


O DOMÍNIO MASCULINO NO MUNDO
OU O IMPÉRIO DA GUERRA E DA VIOLÊNCIA


Homem do século XXI prefere Marte a Vénus
Pelo menos uma em cada três mulheres, ou no total um bilião, foram espancadas, forçadas a ter relações sexuais, ou abusadas de uma forma, ou outra, nas suas vidas. Normalmente, o abusador é um membro da sua própria família ou alguém conhecido.

No Reino Unido, duas mulheres são mortas pelos seus parceiros, por semana;
Em Espanha, em cada cinco dias, uma mulher foi morta pelo seu parceiro, em 2000;
Na Zâmbia, por semana, cinco mulheres são mortas pelo parceiro ou por algum membro da família;
Na África do Sul 147 mulheres são violadas diariamente;
Nos EUA uma mulher é violada a cada 90 segundos;
Na Turquia 35.6% das mulheres sofrem violação marital algumas vezes e 16.3% frequentemente.

A violência sobre as mulheres, na maioria dos países, é ocultada ou permanece sem investigação e punição.

[Fonte: Amnistia Internacional]
-TIRADO NA ÍNTEGRA, AO ÍNTEGRO OBISTURI (que por integridade deixou de existir.)

O MUNDO É DOMINADO POR UM MONSTRO DE DUAS CABEÇAS:
O Poder político ou económico e o religioso.


Um País - um governo - que se opõe à liberdade e consciência de uma mulher, que nega a capacidade de discernimento da Mulher-Mãe e a condena pelas suas leis expondo-a aos seus juízes e padres, que a humilha e a prostitui, que a subjuga e desprestigia, que permite que sobre a mulher recaiam as situações mais degradantes e miseráveis, é um país condenado à sua queda, tal como o mundo Iinteiro entregue à violência masculina e à Guerra.

A falta do princípio feminino no mundo e sobretudo nos países onde a mulher é ainda quase escrava, são países fundamentalistas e fanáticos, tanto em África como no Iraque, no Afeganistão, na América ou na Europa...
Seja em nome de Jeová, seja de Alá...do senhor Maomé ou do senhor Cristo, são em todo o mundo as mulheres quem primeiro são sacrificadas!

Mesmo nos países mais civilizados: "A opressão sobre as mulheres ainda persiste, e por vezes são as próprias mulheres que tornam o mundo ainda mais difícil para as outras mulheres. Mas este fenómeno tende a desaparecer, à medida que essas mulheres opressoras conquistem a sua auto-estima. Do lado oposto a esta selva nasce um dia novo e gloriosos na terra, o dia em que as nossas filhas deixarão de ser julgadas pelas suas paixões ou postas de lado porque terão poder, força e amor." *
a citação * in O VALOR DE UMA MULHER de
MARIANNE WILLAMSON - 1993

Sem comentários: