quinta-feira, setembro 13, 2018

ESSA MULHER -NÃO EXISTE...



"Nunca passes por uma mulher sem primeiro a contemplares,
Sem primeiro lavares os teus olhos na sua beleza.
Bebe da sua graça, dedica-lhe a tua prece e, só depois, caminha!
Zeus não perdoa àqueles que caminham com olhos impuros."


Dafne S Nitram


ESSA MULHER -NÃO EXISTE...

Enquanto a Mulher não se olhar a si mesma  como um Ente com existência própria e sentir que ela vale por si mesma, independentemente de ser  mãe ou esposa ou filha do Pai, de ser medica ou engenheira, de ser jornalista ou escritora ou terapeuta, etc. ELA não vai se realizar nunca, nem representar essa mulher sublime,  essa mulher mágica e poderosa de que falavam os poetas e os místicos.

Infelizmente o problema das mulheres nunca é o seu problema...mas dos outros...porque ela  anda sempre a volta dos homens e da sexualidade, do seu corpo de “desejo” (ou não) e das suas relações afectivas, nunca dela mesma por si só ou do seu desejo, mas do desejo do homem e do que o homem gosta nela e logo a seguir por causa dele vem a luta e a inveja e rivalidade com as outras mulheres e pouca ou nenhuma importância se dão a si mesmas enquanto indivíduos com vida própria, conscientes de si como seres auto-suficientes, que afinal nunca são...e aqui é que está o grande drama da sociedade e a grande ferida da mulher, a sua divisão interior - as duas faces de si sempre em confronto exterior ou conflito interior - e este é que é o nó da questão que as mulheres  tem de resolver cada uma de per se.


O problema do feminino não se resolver sem que a mulher tenha consciência do ser Ser como um ser independente da procriação e do prazer. Para isso a mulher tem de encontrar-se com ela mesma no seu amago, conhecer a sua essência e ser-lhe fiel e esse é o ponto fulcral de toda a questão do feminino, o que é o verdadeiro feminino face a crise de valores e de identidade mulher! E lamento muito que as mulheres em geral, sejam elas donas de casa profissionais ou especialistas, politicas ou feministas não se deem a devida importância e continuem a viver apenas em função do homem e da família e das religiões, da profissão, do voluntariado, dedicadas aos cães e aos gatos (e eu adoro animais como sabem) e dos outros seres, podem ser até extraterrestres ou mestres ascenços e missões do espaço... sem considerar a sua própria existência, individual e particular como máxima importância...por si e para si.

Eu não estou "contra" os homens, de maneira nenhuma, nem contra as relações sexuais, o desejo sexual digo, apenas dou prioridade à mulher como ente singular, a mulher em si mesma, como um todo e não mais a mulher dividida entre os deiferntes estereótipos e a sua alma à deriva, um corpo objecto de desejo, submetido à ordem patriarcal e sujeito ao prazer do “outro” e uma mente subjugada...e as emoções em confusão…

Eu aposto na descoberta da Mulher integral pelo seu SER INTERIOR, e na fusão das duas mulheres em si para e a conquista da Mulher Absoluta!
Nada mais nem nada menos do que isso…

RLP

ADENDA

Quero salientar uma coisa muito importante: 

Eu escrevo para mulheres que escolheram por suposto fazer um trabalho consigo mesmas, que estão apostadas num caminho da mulher e que por ventura lhe dão todo o seu empenho, mas as mulheres que escolheram viver em paridade com os homens, seja a que nível for, pelo casamento, pelo trabalho, pela politica ou pela religião, nada tenho a dizer. 
Eu falo e escrevo apenas sobre as e para as mulheres que pretendem ou dizem estar num caminho interior ou no caminho da Deusa ou que aspiram a se encontrarem consigo mesmas e fazer esse trabalho por escolha e conscientemente. E peço que tenham isto presente quando acharem que sou demasiado radical aos vossos olhos…e que isto não vos diz respeito!

rlp


Sem comentários: