quinta-feira, abril 15, 2021

NO PAÍS DO SACANAS



"Historicamente, as coisas mais terríveis - guerra, genocídio e escravidão - resultaram não da desobediência, mas da obediência."

PORTUGAL

(...)
porque no país dos sacanas, ninguém pode entender
que a nobreza, a dignidade, a independência, a
justiça, a bondade, etc., etc., sejam
outra coisa que não patifaria de sacanas refinados
a um ponto que os mais não são capazes de atingir.
No país dos sacanas, ser sacana e meio?
Não, que toda a gente já é pelo menos dois.
Como ser-se então nesse país? Não ser-se?
Ser ou não ser, eis a questão, dir-se-ia.
Mas isso foi no teatro, e o gajo morreu na mesma.
Jorge de Sena, em "40 Anos de Servidão"

Sem comentários: