sábado, novembro 27, 2021

o medo alimenta o predador




A ESTAGNAÇÃO HUMANA

Penso que as pessoas e sobretudo as mulheres, neste particular momento da história da humanidade que estamos atravessar, estão mais perdidas do que nunca nesta luta absurda de opiniões e ideias superficiais, como se se tivesse registado um retrocesso ou estagnação de uma vontade e abertura de coração que as impelia para a frente...
Tudo parou e não só…houve um retrocesso cultural e espiritual ao nível das diferentes manifestações de busca de verdade sobre o feminino e o sagrado.
O medo e a dúvida criado pela instabilidade social e o medo de um perigo de vida, accionada pelos Midea de maneira manipuladora e aterradora, estão a destruir os movimentos e a liberdade das pessoas em todas as esferas de comunicação. Mas são as mulheres as mais atacadas e as mais susceptiveis de serem dominadas pelo medo difundido pelos midea e televisões, porque tem ainda esse registo atávico do medo dentro delas. São elas pois as mais reactivas e reaccionárias a qualquer opinião diferente e as primeiras a atirar pedras ao vizinho ou a bruxa... Fazem-no agarrando-se ao lugar comum da mente ordinária que domina e rege as populações, fechando-as num circuito viciado e obscuro, - a mente colectiva - em que o medo da morte e do sofrimento foi activado nesta pandemia mental, em que agora todos os seres humanos estão mergulhados como debaixo de uma egrégora de ódio e desconfiança uns dos outros, como em qualquer guerra. Só que aqui ninguém sabe quem é o inimigo… sendo o “bicho” passível de invadir qualquer pessoa é o que “pensam” as massas acéfalas, toda a gente se torna perigosa e alvo a abater…
Onde está neste momento a evolução da consciência do ser Mulher (ou do homem) e a dimensão do ser espiritual e a fraternidade ou a sororidade?
rlp

O MEDO ALIMENTA O PREDADOR ...

"Através de nossas emoções alimentamos outros seres. Os predadores criam traumas emocionais que sustentam um determinado padrão de energia que permite a sua subsistência. Precisamos cortar-lhes a comida. Precisamos deixar de sentir MEDO.

Por aí dá para perceber porque as religiões teístas e patriarcais perseguiram e perseguem o FEMININO até hoje. A MULHER não está tão sujeita ao predador como o homem, então teve que ser sujeitada pela FORÇA. A caixa de percepção que é o ÚTERO FEMININO teve que ser domado pela FORÇA, pelo PRECONCEITO, pela REPRESSÃO, pelo REBAIXAMENTO da MULHER e pela PROIBIÇÃO dela como SACERDOTISA.
Não há MULHERES ocupando posições de destaque no Judaísmo, no Cristianismo e no Islamismo, as 3 grandes religiões do mundo. Por aí dá para perceber porque fomos afastados do mundo natural, da Natureza e fomos trancafiados em grandes cidades, em enormes humaneiros, onde homens não são mais seres humanos, não são mais mamíferos em harmonia com o meio, são parasitas que se reproduzem destruindo tudo a sua volta."
in janela da alma

4 comentários:

Raissa disse...

Rosa, eu me apaixonei por uma garota que está com um homem que além de feio é machista e essa garota me humilhou de graça?( A velha rivalidade feminina) enquanto eu na minha mente eu só queria trata-la como uma rainha. Até hoje eu continuo sozinha, até porque na minha cidade praticamente todas as mulheres são donas de casa e engravidaram cedo de homens machistas mais velhos do que elas

Anónimo disse...

É rosa, eu me apaixonei por uma garota, e a idéia de uma mulher gostando de outra assustou ela, tanto que me humilhou se graça, já que na cabeça está bem claro que ela gosta de se fingir de sexo frágil pra agradar os homens

Raissa disse...

Sozinha. Até porque na minha cidade todas as mulheres são práticamente donas de casas e engravidaram cedo de homens machistas muito mais velhos do que elas, e aqui não é Afeganistão, é uma cidade do interior do Brasil

rosaleonor disse...

Raissa, eu sei que não é fácil vivenciar de acordo com os nossos sentimento e opções de vida, se se sair do quadrado. A sexualidade das mulheres está toda ela condicionada para a heterossexualidade e a sociedade tem muito peso, assim, tudo o que não seja o que é defendido pela norma é censurado e mal visto pela maioria das pessoas. Eu não alinho com a teoria de género, mas admito que tanto o homem como a mulher possam vivenciar o amor entre homens e mulheres sem precisar de mudar de sexo como algo natural. Nestas situações em que se apaixona por uma mulher que está condicionada e vive como diz com um homem mais velho - que dá dinheiro e segurança - ela nunca irá aceitar uma relação intima com outra mulher, admitir sentimentos se os tiver, ou assumir que sente algo por outra mulher porque tem medo e assim, vira-se contra a outra que humilha, como sempre os homens fizeram com ela. Por isso faz de sexo fraco.
Desejo que a vida lhe traga uma amiga sincera e que faça sentir menos só...mas é complicado.
Um abraço
rlp.