segunda-feira, janeiro 17, 2022

VIVEMOS NO TEMPO DE MENTIRA UNIVERSAL



Muit@s pessoas não querem ver,  quase toda a gente diria, o que seja a maioria, uma população completamente açaimada e robotizada, cega pelo medo, não vê nada e infantilizada acredita em tudo o que lhe contam as Televisões. Mas pensando nas minorias que se acham cultas e inteligentes, espanta-me elas não verem que estamos num momento de grande caos e confusão em que os extremos se tocam e os valores se confundem e as pessoas estão maioritariamente perdidas, medrosas ou aterrorizadas. Precisamos mais do que nunca usar o nosso discernimento individual, o nosso pensamento próprio, pois tudo se confunde e se mistura numa miscelânea de conceitos e ideias que só visam separar mais as pessoas e em definitivo com esta nova separação social e o confinamento. Algo de macabro se adivinha. 
Fico perplexa também quando leio essas pessoas inteligentes apontar os erros de gestão desta pantomina ao Governo ...Não, o Governo não tem errado em nenhuma medida! Ele segue à risca à Agenda encomendada. Ele está a destruir os pilares da vida em sociedade, da cultura, da arte, do entretenimento e da própria vida em si ... a impedir o ser humano das suas funções básicas como a máscara de RESPIRAR O AR PURO E PERDER O CONTACTO COM A NATUREZA.
Os doentes mentais, os facciosos e os fanáticos da nova ideologia de terror, fabricada pelos Midea e os jornalistas pagos para isso, tal como os médicos e "cientistas" televisivos, juntamente com este povo medroso, miserável e alienado, completamente iletrado e os hipocondríacos, os deprimidos, que temem tanto pela "vida" que preferem ser confinados e deixam os seus velhos morrer sós, estão a transformar o mundo num Hospicio...
E para cumulo, o inconcebível é que homens e mulheres que se dizem "conscientes" e espiritualistas, cristãos, ou "avant gard" ou pela "verdade" e que falam em justiça social, estejam a defender um Nazi, ou pior do que isso, um ser inqualificável pela dimensão da sua baixeza humana, pela incoerência e demagogia - assusta-me e dói-me ver estes seres chegarem sequer a candidatos à Ministros do Governo ou presidentes da Republica...e a culpa só pode ser do "politicamente correcto" da falsidade e hipocrisia dos partidos e deputados e assinala de forma óbvia o fim da democracia...
Os Partidos divididos, a Esquerda esquartejada - o que mostra bem a incongruência das ideologias -, são eles que vão permitir a Direita ganhar por ego e vaidade - embora não faça qualquer diferença ganhar uma ou outra. A Ditadura de Estado está instalada. 
De resto  como votar em alguém se todos os que representam partidos estão, dentro dos mesmos partidos, todos virados  uns contra aos outros à imagem do que se passa no mundo? Não há uma pinga de verdade em nenhum lado nesta narrativa que nos empesta a todos desta demência colectiva?
RLP


1 comentário:

Raissa disse...

A esquerda que diz que ama pobres obriga o povo da favela aqui no Brasil esperar dinheiro cair do céu e a direita acha que desigualdade é vitimismo e estão amando bilionários ficando mais ricos...