quarta-feira, março 28, 2007

VOLTANDO AOS NOSSOS ASSUNTOS...

"Quando a relação homem-mulher se desequilibra, então a relação humana com a natureza também se desequilibra de maneira perigosa. "Eles tratam a Terra como a sociedade trata a mulher. Na minha opinião, a crise ambiental do Ocidente baseia-se em modelos de relacionamento." Richard Levinton



'Enquanto os homens não integram o seu lado feminino, seguem explorando, torturando e matando as mulheres, os animais, os outros homens e saqueiam o planeta. O estágio de desenvolvimento da anima no homem reflete-se concretamente em seus relacionamentos externos com mulheres. Quando vê a mulher como ameaça sinistra, como alguém inferior que deve ser mantida em seu lugar, é sinal de que sua natureza feminina interna está ainda em estágio juvenil, pronta a provocar e escarnecer o homem. Esse tipo de homem se enrijece contra as emoções, temendo que elas se manifestem mediante um super-sentimentalismo, ou através de agressão inapropriada. O feminino interior e os relacionamentos com mulheres desenvolvem-se reciprocamente quando ele se torna conscientemente capaz de valorizar o feminino. Tanto a mulher interior quanto a exterior podem então ser reconhecidas como a encarnação da alegria, da paixão, da inspiração, da criatividade, da espiritualidade e, no plano mais elevado de todos, da sabedoria. Para indivíduos que não tem vontade de mudar atitudes coletivas estreitas__especialmente aqueles que se baseiam nas leis do patriarcado__ a maturidade psicológica não é possível. Quando a natureza feminina é valorizada, e não é vista como brinquedo, e sim como energia a ser abraçada, a vida psíquica desabrocha e torna-se frutífera, trazendo nova perspectiva.”



Nancy Qualls-Corbet

Sem comentários: